Artigos, Memórias

[Review] 8GB Crucial Ballistix Sport AT 2666 CL16

Fala pessoal, beleza?

Nesse review irei analisar um kit de memória de baixo custo da Crucial de uma série denominada “Ballistix Sport AT” na qual oferece modelos que vão desde os 2400MHz até 3200MHz e apresenta dissipador inspirado na série de placas-mãe TUF da ASUS. O kit em questão é composto de apenas um módulo 2666MHz 16-18-18-38, portanto, single channel.

Apenas abrindo um pequeno parênteses, o pessoal das antigas certamente deve lembrar da marca “Ballistix” na era das DDR2 e socket 775, onde essas memórias eram equipadas com os lendários chips D9GMH e D9GKX, que por muito tempo foram (e ainda são) os melhores CIs DDR2 em termos de clock/latências para uso em benchmarks nessas plataformas antigas. O kit da foto abaixo é um 2x1GB DDR2 1000 equipado com chips Micron D9GMH e de acordo com o ranking do HWBOT, está em 14º lugar no ranking geral de clock em memórias DDR2 e isso usando apenas refrigeração a ar! 😀

Mas retornando as Ballistix da presente década, o pente de memória em questão vem em uma blister plástico que oferece espaço para dois módulos, apresenta clara identificação da série do produto e cumpre o seu papel de proteger a memória contra danos.

Como disse anteriormente, a Ballistx Sport AT oferece um dissipador cinza chumbo com um detalhe amarelo visando combinar com as placas ASUS da atual série TUF e não trás nenhum tipo de iluminação.

Remover esse dissipador é uma tarefa simples pois os mesmos são apenas “colados” nos chips pela interface térmica, então basta esquenta-los um pouco e aplicar um pouco de força na parte de cima, sempre fazendo isso devagar para garantir que não saia nenhum chip colado no dissipador.

Como pode ser visto na foto abaixo, os chips são claramente fabricados pela Micron (vide o logo) e possui a marcação “8UD75 C9BJF”, o que não definitivamente não ajudou muito na identificação do chips…

… Onde fui mais bem sucedido ao utilizar o Thaiphoon Burner, que identificou esses chips como Micron D9TZV, também conhecidos como Micron D-Die, sendo eles chips de 8Gbit fabricados em 20nm. Na galeria abaixo é possível verificar todo o report e os timings XMP em nanosegundos, o que é uma informação valiosa na hora de usar a Ryzen DRAM Calculator. 🙂

Então vamos os testes!

Configurações utilizadas:

  • Plataforma AMD:

MOBO: ASUS ROG Crosshair VII Hero

RAM: 1x8GB Crucial Ballistix Sport 2666 CL16 (Obrigado Terabyteshop!)

GPU: Gainward GTX1660 Ti Pegasus OC (Obrigado Terabyteshop!)

PSU: Antec Quattro 1200W

COOLER: WC Custom

SSD: HyperX 3K 120GB

Software: Windows 7 x64, Ryzen Timing Checker 1.04, TM5 0.12 1usmus config v2, AIDA64 5.98.4800, Geekbench 3.4.2.

  • Plataforma Intel:

MOBO: ASRock Z170M OC Formula

RAM: 1x8GB Crucial Ballistix Sport 2666 CL16 (Obrigado Terabyteshop!)

GPU: Gainward GTX1660 Ti Pegasus OC (Obrigado Terabyteshop!)

PSU: Antec Quattro 1200W

COOLER: WC Custom

SSD: HyperX 3K 120GB

Software: Windows 10 x64, AIDA64 5.98.4800

Objetivo e metodologia dos testes: Descobrir qual o limite da Crucial Ballistix Sport AT nas plataformas AM4/1151 e chegar na melhor configuração estável para uso diário. Para isso, usei duas abordagens distintas:

1) O máximo que consegui obter apenas carregando o perfil XMP e subindo clock/tensão.

2) O máximo que consegui obter usando a Ryzen DRAM Calculator como ferramenta de apoio (apenas AM4).

A vantagem da abordagem 1 é que ela é extremamente simples e não demanda qualquer ajuste do usuário no que diz respeito aos timings, entretanto, você paga o preço da simplicidade com menor desempenho pois ai os ajustes são feitos automaticamente pela placa-mãe e podem ser bastante relaxados.

Da abordagem 2, o software já calcula todos os timings com base no padrão XMP, na frequência desejada, nos chips de memória usados e com base nessas informações é chega-se a três perfis distintos: Safe, Fast, Extreme, entretanto, até a versão 1.41 da calculadora e para os chips Micron D-Die usados nesse pente, apenas o perfil Safe está disponível, o que significa que para ir além é necessário ter uma noção das relações entre os timings para tentar tirar alguma coisa a mais refinando manualmente. Irei abordar algumas dessas relações nesse artigo, entretanto, recomendo a leitura desse artigo do 1usmus no Techpowerup, que é praticamente a “bíblia” sobre ajustes de memória e overclock nos Ryzen e aborda esses pontos com maiores detalhes.

Para testar a estabilidade, foi usado o TM5 0.12 1usmus config v2 que é uma espécie de “memtest” disponibilizado gratuitamente pelo mesmo autor da Ryzen DRAM Calculator, roda em ambiente Windows e funciona muito bem na plataforma AM4, portanto, quando estiver me referindo a um ajuste “com estabilidade” é que o mesmo passou pelo teste do TM5.

Já na plataforma Intel, irei verificar se é possível ir além do que o obtido na plataforma AMD.

Na plataforma AMD, o clock do CPU foi travado em 4.2GHz e na plataforma Intel, foi mantido em stock, ou seja 3.7GHz.

Os detalhes de como foram conduzidos os testes, metodologia e como esses software foram utilizados estão descritos no texto que acompanham os resultados.

Resultados:

Como disse anteriormente, o primeiro passo foi testar as memórias usando a abordagem 1. Na captura de tela abaixo, é possível ver como fica a configuração padrão (XMP) da Ballistix na plataforma AM4.

Com essa abordagem foi possível carregar o SO com as memórias em até 3333MHz, entretanto, as mesmas não apresentaram estabilidade com essa ultima configuração mesmo após aumento da tensão das memórias (VDIMM) em até 1.5V, portanto, o máximo que pude obter com estabilidade usando a primeira abordagem foi 3200MHz com 1.4V.

Abaixo, a captura de tela do Ryzen Timing Checker mostrando os ajustes dos timings feito de forma automática, reparem que alguns ajustes, entre eles tRDRDSCL, tWRWRSCL, são relaxados automaticamente sendo que esses dois tendem a fazem certa diferença na banda de memória efetiva (leia-se, leitura/escrita/cópia do benchmark do AIDA).

Agora com a abordagem 2, usando a Ryzen DRAM Calculator como ferramenta, comecei pelos 3200MHz com perfil “Safe” e como é possível ver no screenshot abaixo, os timings apresentados são extremamente relaxados. Sabendo que essas memórias são capazes de atingir 3200 estáveis apenas com o XMP ativo subindo a tensão, usei os timings primários (tCL, tRCD, tRP, tRAS) em 16-18-18-38 e adotei tRFC = tRC*6 ao invés do ajuste relaxado onde tRFC = tRC*8 e com isso cheguei no ajuste mostrado no Ryzen Timing Checker da galeria abaixo.

Tal ajuste se mostrou estável, passando sem erros pelo TM5, o que significa que chegou a hora de tentar subir o MEMCLK para 3333MHz, algo que a princípio falhou independentemente do VDIMM aplicado (fui até 1.5V) e por isso, resolvi relaxar o tRCD (RD e WR) de 18 para 20, o que me permitiu chegar no SO porém ainda apresentando um erro ou outro TM5, algo que se resolveu ao subir a tensão das memórias para 1.425V.

O próximo passo foi subir o MEMCLK para 3466MHz, algo que só foi possível de se obter ao jogar o tCL em 18 e adotando tRFC = tRC*8, o que em termos de desempenho acabou não compensando, portanto, voltei para os 3333MHz e trabalhei em cima da otimização dos subtimings sendo que ai consegui reduzir os tRDRDSCL/rWRWRSCL para 3, adotei o tRC = tRAS+tRP e o tRFC = tRC*6, resultando nos timings abaixo.

E por fim, eis os números de Leitura/Escrita/Cópia/Latência obtidos no benchmark do AIDA64 na plataforma AMD, lembrando novamente que esses resultados são em single channel devido ao fato desse “kit” que recebi ser composto apenas de um módulo e que os resultados em dual channel seriam aproximadamente o dobro na Leitura/Escrita/Cópia e virtualmente idênticos na Latência. 😉

Sobre os resultados na plataforma Intel, foi possível obter estabilidade @ 3333MHz 16-19-19-38 1.42V, o que foi algo bastante parecido com o resultado da plataforma AMD. Também consegui carregar o sistema rodando @ 3466 18-20-20-40, entretanto, não foi possível ir além disso, o que implica que esse é realmente o limite dessa memória. Abaixo o resultado do benchmark do AIDA64 obtido com esse ajuste estável na plataforma Intel.

Conclusão:

Se você procura um memória acessível, que funcione bem em qualquer plataforma, que ainda seja capaz de tirar algum desempenho extra com overclock e ajustes finos ou que ainda combine com a sua placa-mãe ASUS TUF, a Crucial Ballistix Sport AT 2666MHz definitivamente é boa pedida.

Do ponto de vista do custo-benefício (o famoso CxB), é possível encontrar essa memória por R$339, o que é bastante razoável se considerarmos que não se trata de um preço promocional, entretanto, é possível encontrar na Terabyte mesmo memórias DDR4-3000 por uma diferença de menos de R$50, o que pode acabar compensando a diferença, especialmente se o comprador estiver montando uma plataforma AM4 e não tiver interesse em fazer os ajustes finos ou overclock.

E é isso! Dúvidas, perguntas e sugestões são bem-vindas! Até a próxima!

14 comentários em “[Review] 8GB Crucial Ballistix Sport AT 2666 CL16”

  1. Gostei do review, você poderia fazer o mesmo teste com a mesma marca só que 2400 pra ver a diferença entre eles ou completá-las 2400 e 3000, assim saberíamos qual seria mais c&b. E eu estou montando uma plataforma am4 e tenho essas duvidas de memória e sim quero fazer overclocks hehe

    Curtir

    1. Fala Luan,
      Pela pesquisa que fiz aqui antes de publicar o review, parece que os outros modelos dessa série também usam Micron D-Die, então imagino que o comportamento delas deve ser parecido, talvez mudando os limites… De todo modo, o ideal mesmo seria testar cada uma para ver como a Crucial está binando esses chips, então, apesar de não poder te prometer nada vou ver o que posso fazer nesse respeito. 😉

      Curtir

  2. Eu tenho um Kit Corsair LPX 2667, porém uma das memórias apresentou um comportamento muito estranho quando eu fiz overclock pra @3000 1.36v e testei vários perfis do dram calculator (nenhum obtive sucesso em 3200) e depois fiz teste de estabilidade no memtest. A latência dela dobrou, passou de 69ns para 110ns no Aida, o mais estranho é que esse comportamento é esporádico, as vezes eu desligava o PC e no outro dia estava normal, ou seja não consegui identificar qual situação fazia isso acontecer. Já viu algo parecido? Ou faz idéia do que causa esse tipo de comportamento?

    Curtir

    1. Olá Ronie,

      Pode ser simplesmente um bug no benchmark/SO/algum processo rodando em background ou o overclock não está tão estável assim, por exemplo, enquanto estava testando o kit 2400 CL16 na plataforma Intel, ao tentar baixar para CL14, o benchmark do AIDA chegou dar 12.1ns de latência (!!!), o que obviamente está errado e tal “fenômeno” só ocorreu com o overclock instável.

      A calculadora é uma excelente “guia”, entretanto, as vezes o ajuste sugerido não é dos melhores… Esse seu kit Corsair usa qual chip? É single ou dual rank? Está usando qual placa-mãe?

      Curtir

  3. Bom dia, Giancarlos.
    Bom, então pelos testes está de 8gb 2666mhz sobe tranquilo sem esforço até os 3200mhz.
    E obg por compartilhar os testes 🙏👏👏.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Ótimo review para quem quer entender. Tenho um kit Patriot Viper 2x8GB 3000mhz e não consegui chegar nos timings do DRAM Calculator. Quando faço a leitura do Thaiphoon, vejo que é da Hynix, mas o tipo só aparece como “die”. Não sei se é Hynix CFJ, Hynix MFR ou outro. Tem alguma ideia? Tô usando numa b450 Tomahawk.

    Curtir

  5. Eu tenho esse modelo de memórias com um i7 8700 numa Z370 strix. Queria colocar as memórias em 3200 Mhz, poderia me dar uma direção de quais timmings e voltagem colocar?
    Oi posso arriscar colocar em 3333 Mhz como você fez no teste?

    Curtir

      1. Dessa forma ficou estável em 3200 com 1.4v, posso tentar diminuir a voltagem para 1.35 ou 1.4 já está bom?

        Resultados: Dual Channel
        Read : 45186 MB/s
        Write: 45055 MB/s
        Copy: 39357 MB/s
        Latência: 56.4 ns

        Curtido por 1 pessoa

  6. Você saberia me dizer se tem muita diferença pra esse modelo e a Ballistx 2666 de 16GB, conseguiria um over parecido com o seu ou muda muito por ser 16gb? No caso são 2×16 2666mhz CL16!

    Curtir

Deixe uma resposta para Giancarlo C. Dalmedico "NoMS" Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s