Artigos Sistemas de refrigeração

[Comparativo] Gammaxx GTE ou Hyper 212 Black Edition, qual é o melhor?

Fala pessoal, beleza?

Nesse artigo irei testar e comparar dois coolers a ar, o Cooler Master 212 Black Edition e o Deepcool Gammaxx GTE. Esses modelos possuem caracteristicas construtivas bastante semelhantes, sendo que ambos possuem quatro heatpipes, base de contato direto, “layout” tipo torre e acompanham um fan de 120mm, e foi justamente o fato deles serem bastante similares que me instigou a coloca-los lado a lado. Então, qual desses será a melhor opção? Qual vale mais a pena? É isso que iremos descobrir em mais esse review, então, vamos as apresentações! 🙂

  • Cooler Master Hyper 212 Black Edition:

Começando pela embalagem do Hyper 212 Black Edition, ela trás uma foto do produto, uma tabela com as especificações, destaque a alguns diferenciais do produto e informações em diversos idiomas assim como as dimensões do cooler. Considero que o fabricante fez um bom trabalho não negligenciando nenhuma informação importante e também pelo fato da embalagem ser bastante robusta, protegendo o conteúdo de possíveis “acidentes” no percurso.

Acompanham o kit uma caixinha que contém todas peças necessárias para a instalação do cooler, um guia de instalação impresso e um folheto relativo a garantia do produto. O fabricante garante suporte as plataformas LGA2066, LGA2011-v3, LGA2011, LGA1151, LGA1150, LGA1155, LGA1156, LGA1366, AM4, AM3+, AM3, AM2+, AM2, FM2+, FM2, FM1 e a garantia oferecida é de dois anos.

Sobre o dissipador em si, trata-se de um design do tipo “torre” com 158.8mm de altura, o que requer atenção em alguns gabinetes com dimensões mais modestas na largura. Como dito anteriormente, o fabricante optou por usar 4 heatpipes que fazem contato direto com o IHS do CPU na base do dissipador, que alias, apresenta bom acabamento sem maiores irregularidades, um problema que costumava ocorrer nos primeiros modelos construidos dessa maneira.

Ainda falando de acabamento, a Cooler Master optou por niquelar o dissipador e usar uma peça de alumínio anodizado com acabamento escovado no topo do dissipador, o que confere a peça um visual bem interessante! 🙂

Por fim, um fan Silencio FP120 também acompanha o dissipador e possui especificações como 2000rpm, 42CFM (máximo), 2.9mmH20 de pressão estática e ruído máximo de 26dBA. Do ponto de vista estético, trata-se de um fan “comum” e sem qualquer tipo de iluminação integrado.

  • Deepcool Gammaxx GTE:

Relativo a embalagem do Gammaxx GTE, ela trás uma foto do produto de um ângulo “promissor”, uma tabela com as especificações, destaque a alguns diferenciais do produto e informações em diversos idiomas assim como as dimensões do cooler, portanto, a Deepcool também fez bom trabalho nesse sentido, não negligenciando nenhuma informação importante e também entregando uma embalagem robusta visando proteger o conteúdo de possíveis “acidentes” no percurso.

Acompanham o kit uma caixinha que contém todas peças necessárias para a instalação do cooler e um guia de instalação impresso. O fabricante garante suporte as plataformas LGA2066, LGA2011-v3, LGA2011, LGA1151, LGA1150, LGA1155, LGA1156, LGA1366, AM4, AM3+, AM3, AM2+, AM2, FM2+, FM2, FM1.

Sobre o dissipador em si, trata-se de um design do tipo “torre” com 157.4mm de altura, o que também requer atenção em alguns gabinetes com dimensões mais modestas na largura. O fabricante optou por usar 4 heatpipes que fazem contato direto com o IHS do CPU na base do dissipador, que alias, também apresenta bom acabamento, sem maiores irregularidades.

Na parte estética, para o Gammaxx GTE, o fabricante optou por manter a sua “coloração” natural e não aplicou nenhuma espécie de acabamento diferenciado, seja niquelado ou pintura e assim como no Hyper 212, esse dissipador também trás uma peça de acabamento no topo do dissipador, entretanto, no Deepcool ela é de plástico.

Por fim, o fan que acompanha esse dissipador é de 120mm x 25mm e possui especificações como 1500+/-10% rpm, 56,5CFM (máximo) e ruído máximo de 27dBA. Do ponto de vista estético, esse fan possui iluminação RGB e compatibilidade com ASRock Polychrome Sync, ASUS Aura, GIGABYTE RGB Fusion e MSI Mystic Light Sync.

Ao colocar os dissipadores lado a lado, fica bastante evidencia a grande semelhança construtiva desses dois produtos, sendo que o Gammaxx GTE é apenas um pouquinho mais comprido e largo que o Hyper 212. 🙂

Naquilo que diz respeito ao processo de instalação, não tem segredo e é muito parecido em ambos os modelos, bastando seguir as instruções dos respectivos manuais. A única ferramenta necessária para a instalação na plataforma AM4 é uma chave philips, novamente, em ambos os modelos.

As demais especificações desses produtos podem ser acessados diretamente no site de cada um dos fabricantes (Cooler Master e Deepcool). Vamos então as configurações utilizadas e os resultados!

  • Configurações utilizadas:

CPU: AMD Ryzen 7 2700X

MOBO: ASUS TUF X570-PLUS/BR (BIOS: 1405 – Obrigado Terabyteshop!)

VGA: EVGA GTX970 4GB (Obrigado NVIDIA!)

RAM:  2x8GB G.Skill Flare X 3200 CL14

REFRIGERAÇÃO: Wraith Prism, Cooler Master 212 Black Edition e Deepcool Gammaxx GTE (Obrigado Terabyteshop!)

STORAGE: SSD Crucial BX300 120GB

Software utilizado: Windows 10 x64 build 1909, AIDA64 6.20.5300 e HWiNFO 6.24.

  • Objetivo e metodologia dos testes:

Verificar o desempenho do Cooler Master 212 Black Edition e Deepcool Gammaxx GTE rodando o “stress test” do AIDA64 em suas configurações padrão por 30 minutos enquanto o HWiNFO grava o log, tanto com o CPU em stock quanto em overclock, para posterior comparação dos resultados. Além desses dois modelos, também foram incluidos os resultados do Wraith Prism com switch de rotação do fan no “L” (padrão de fabrica) com o intuito de deixa-lo como uma espécie de referência e também responder aquela dúvida que é comum a muitas pessoas: Vale a pena trocar o Wraith Prism por outro air cooler de entrada? 🙂

A aplicação da pasta térmica em cada um dos coolers foi feita diretamente em sua base, fazendo uma reta sobre os heatpipes, afinal de contas, todos modelos usados nesse comparativo usam heatpipes com contato direto na base e aplicando a pasta dessa maneira evita-se bastante o risco de se ter uma aplicação ruim e com isso, precisar refazer o processo de instalação.

Mais detalhes e explicações acerca da metodologia adotada ou de como os testes foram conduzidos estão contidas nos textos que acompanham os resultados a seguir.

  • Resultados – Nível de ruído:

Antes de irmos aos números das temperaturas, é importante discutir a respeito dos níveis de ruído. Até então, os artigos sobre sistemas de refrigeração que publiquei foram referentes a apenas um produto, o que significa que na falta de ambiente e equipamentos adequados para fazer a medição de ruído, gravar o barulho a partir de certa distância da fonte emissora, apesar de não ser o ideal, era ao menos razoável para dar uma noção do que esperar nesse sentido, entretanto, para um comparativo isso não funciona muito bem pois produtos diferentes normalmente acompanham fans com especificações completamente distintas e para manter a “disputa” justa, seria necessário usar algum parâmetro para normalizar isso e naturalmente, o melhor seria ajustar pelo ruído, afinal de contas, isso é o que trás o maior impacto na “qualidade de vida” do usuário, porém, como disse anteriormente, não disponho de equipamentos e ambiente adequados para fazer isso, então, para esse comparativo simplesmente adotei os três coolers trabalhando na rotação máxima, ou seja, os números aqui obtidos se referem a situação de desempenho máximo e não necessariamente a mais equilibrada para uso diário.

Apenas para que tenham uma noção, utilizei esse app em um smartphone ASUS Zenfone Max Pro M1 visando ter uma ideia do nível de ruído de cada um dos coolers operando com fan @ 100% a uma distância de cerca de 50cm da bancada. Tenham em mente que existe diferença de aparelho para aparelho e que por não dispor de um decibelímetro não foi feito nenhuma calibragem, portanto, esses valores são apenas “ilustrativos”.

A unidade utilizada é o decibel, que trata-se de uma unidade em escala logarítmica, em termos práticos, isso significa que o volume dobra de intensidade a cada 3dB, portanto, o dobro de 50dB não é 100dB e sim 53dB entretanto, o ouvido humano apresenta a sensação de volume dobrado com um intervalo maior, entre 8dBA e 10dBA. De todo modo, apenas como referência, um ambiente silencioso como uma biblioteca apresenta nível de ruído na casa dos 30dBA. 😉

Para o Wraith Prism, foi registrado 41.5dBA, para o Hyper 212 foi 35dBA e para o Deepcool, 34.3dBA. Desses valores, é possível concluir que em termos práticos, o Hyper 212 e o Gammaxx são relativamente silencosos e apresentam níveis de ruído próximos, enquanto que o Wraith Prism é consideravelmente mais ruidoso.

  •  Temperaturas:

Para os testes de desempenho, a ideia foi testar tanto os coolers quanto a pasta térmica que os acompanham, então, foram incluidos dois resultados para cada um sendo um utilizando a interface térmica que acompanha o produto e um outro usando a pasta térmica GD900, com exceção do Wraith Prism, que foi testado apenas com a GD900.

Nos testes em overclock foi utilizado o R7 2700X @ 4.1GHz 1.3375V e VDDSOC 1.1V com memória configurada em XMP (3200MHz CL14) e para realizar a medição da temperatura ambiente foi utilizado um termometro com termopar K com o registro sendo realizado após os 30 minutos de teste.

No gráfico dos resultados, os valores apresentados são o delta T (ΔT), que trata-se da diferença entre a temperatura do CPU (no caso) e a ambiente, retirando assim esse ultimo fator da jogada.

Como era de se esperar dado a semelhança das caracteristicas construtivas de ambos dissipadores, os números de desempenho acabaram sendo bastante próximos, por exemplo, com o R7 2700X em stock, a diferença entre o melhor (Deepcool Gammaxx – GD900) e o pior (CM212 – GD900) foi de apenas 1.25ºC, enquanto que em overclock, a diferença se tornou ainda menor com uma diferença de apenas 0.86ºC entre o Deepcool e o Cooler Master. Em resumo, acho que podemos chamar isso de um “empate técnico” certo? 🙂

Apesar do Wraith Prism estar no comparativo apenas como coadjuvante e ainda que ele seja de longe o cooler mais barulhento dentre os testados, o seu desempenho foi bastante satisfatório, ficando atrás dos outros dois competidores por 3.08ºC (Gammaxx + GD900) e 2.22ºC (Hyper 212 – GD900) com o CPU rodando com overclock, o que considero uma marca especialmente boa se considerarmos que ele vem “de graça” com o processador.

Relativo a pasta térmica que acompanha cada um desses produtos, não houve economia na qualidade e definitivamente o comprador de um desses coolers não irá precisar se preocupar com isso, entretanto, o Gammaxx tem o ponto negativo do fabricante ter economizado um pouco na quantidade (da apenas para uma montagem) e também por ter optado por usar um saquinho ao invés da seringa para aplicação. Curiosamente, houve uma diferença de 1.8ºC a favor da GD900 em relação a Cooler Master MasterGel PRO que acompanha o Hyper 212 no teste com overclock, entretanto, ainda é uma diferença pequena e certamente não suficiente para justificar o investimento em outra pasta térmica.

  • Conclusão:

Diantes dos testes e resultados apresentados, foi possível chegar nos seguintes pontos:

  1. O Deepcool Gammaxx GTE e Cooler Master Hyper 212 Black Edition apresentaram números de desempenho extremamente próximos, com pequena vantagem do Gammaxx GTE que apresentou uma vantagem de 2.44ºC em relação ao Hyper 212 quando testados usando a pasta térmica que acompanha cada um desses coolers. Relativo ao nível de ruído, novamente, o Deepcool apresentou uma pequena vantagem, entretanto, considerando as supracitadas condições do teste de ruído, da para dizer que ambos produtos não fazem feio nesse sentido.
  2. A grande surpresa do comparativo foi o Wraith Prism, que apesar de apresentar nível de ruído consideravelmente maior, surpreendeu no desempenho e apesar de ter terminado na lanterna do comparativo, a diferença dele para o Gammaxx GTE usando a pasta térmica GD900 e overclock no CPU foi de apenas 3.08ºC, o que definitivamente não justificaria troca-lo por nenhum dos outros coolers desse comparativo.
  3. As pastas térmicas que acompanham os produtos são de boa qualidade não sendo necessário fazer a aquisição de outra, entretanto, é necessário destacar que a Deepcool poderia ter mandado uma quantia um pouco maior (da apenas para uma instalação) e se possível, em uma seringa para facilitar a aplicação e posterior armazenamento do excedente. No tocante a MasterGel PRO que acompanha o Hyper 212, ela deu uma pequena “escorregada” em relação a GD900 no teste com overclock, porém, como a quantia fornecida pelo fabricante é suficiente para mais de uma instalação, o teste foi refeito visando verificar se houve algum problema na montagem, entretanto, não houve maiores diferenças. De todo modo, considero que uma diferença de 1.8ºC não justifica o investimento em outra pasta térmica para uso diário.
  4. Ainda falando de pasta térmica, a grande surpresa veio da GD900, na qual pode ser adquirida no Aliexpress por um preço muito convidativo (pouco mais de R$47 por duas seringas de 30g, isso considerando o frete!!!) e simplesmente apresentou o melhor desempenho do comparativo, o que é excelente! Evidentemente que não tenho como dizer nada a respeito da durabilidade e desempenho a médio-longo prazo, entretanto, no curto prazo e considerando o preço, esse realmente parece ser um negócio da China!!! 😀
  5. Relativo ao preço, para o Cooler Master Hyper 212 Black Edition, o último preço praticado por ele (21/04/2020) foi de R$216,63 e para o Deepcool Gammaxx GTE, foi de R$134,90, o que coloca o Gammaxx GTE como campeão desse comparativo, afinal de contas, ele entrega desempenho um pouco melhor por cobrando bem menos, entretanto, se o critério estético/visual for mais importante que o preço, o Cooler Master e seu acabamento mais caprichado também podem fazer dele uma opção válida, tudo uma questão de prioridades, não é mesmo? 🙂

Gostou desse artigo? Ele lhe foi útil? Contribua com o apoia-se da página para que seja possível continuar trazendo novos conteúdos aqui na The Overclocking Page!

12 comentários

  1. Parabéns pelo Review.

    O Wraith Prism teve um desempenho bem interessante mesmo, porém o barulho dele é bem alto, mesmo na posição L, se o computador estiver sobre a mesa, incomoda bastante. Ainda assim, como você disse, é “de graça” e tem um desempenho compatível com os Air coolers de 4 heatpipes.
    Eu gostei que o CM acompanha uma seringa da Gel Maker Pro, que possui uma condutividade alta, (8W/mK), poderia ser a Maker Nano, que já pula para 11W/mK.
    Já o Gammaxx, é realmente o melhor CxB atual, eu vejo a galera recomendando-o para os users de 3600/3600X, pois esquentam bem e o Wraith Stealth que os acompanham é bem inferior ao Prism.
    Sobre as fotos, seria bom para os próximos reviews, tirar uma foto da base do cooler de um ângulo bem inclinado, para vermos o quão “liso” é a base, parecido com a foto cm_212_7, porém ficou com o foco no heatpipe.

    Curtir

  2. Adorei o artigo !!! Eu gostaria de saber se aquela aplicação da pasta térmica foi apenas para o testes, ou se esse tipo de aplicação é bastante eficaz e seguro que a popular gota ?! Sei que parece uma pergunta boba, mas eu nunca tinha visto esse tipo de aplicação antes e achei muito interessante. E parabéns novamente pelo artigo, leio bastante e vc sempre faz um trabalho incrível !!!

    Curtir

    1. Olá Alex,

      Em dissipadores com base usando contato direto do heatpipe costumo fazer a aplicação dessa maneira por “trauma” com um dissipador desse tipo que tive muitos anos atrás, onde a base dele era bem irregular e tinham vãos livres entre os heatpipes, então, o que acontecia era ao que aplicar normalmente com a “gota” não dava contato direito e o desempenho ficava uma porcaria! 😀

      Os dois coolers ai do comparativo já não tem esse problema, mas o hábito ficou hehe

      Curtir

  3. Tenho um MA410P da cooler master, no papel ele parece o hyper 212 BE, porém com acabamento mais simples e rgb, 4 heatpipes, fan com 650~2000rpm, comprei por R$99 numa promoção, então nunca vi esse hyper 212 com bons olhos, sempre me pareceu caro demais só por conta do design, tanto que ele perdeu “feio” pro gammax que era a minha primeira opção quando fui comprar, de resto, bela analise como sempre, são reviews assim que eu gosto de ler, cheio de informações uteis para os leitores, continue o ótimo trabalho.

    Curtir

    1. Olá Vitodroid,

      Olhando pelas fotos desse MA410P, ele me lembra muito um Hyper 212X que tive muitos anos atrás, inclusive o sistema de fixação com aquele bracket em formato de ‘X’ é muuuuuuuuito semelhante (para não dizer igual) ao desse 212X.

      Relativo ao comentário sobre os reviews, obrigado! 🙂

      Curtir

  4. obrigado por mais essa ótima análise. fiquei feliz em saber que a pasta que tá chegando da China em breve é decente!! haha comprei a seringa de 15g e vai durar um tempão. sugestão: se puderes, adicione o cooler intermediário da AMD (Spire) pra saber se compensa tbm a sua troca no comparativo com o de terceiros.

    Curtir

  5. Adquiri um R5 3600 no lançamento e após uma semana iniciei as pesquisas por um cooler substituo, pois o Wraith Stealth é muito barulhento. Acabei cedendo pelo design e pagando mais caro, do que esses dois modelos que também estavam dentro da minha pesquisa na época, pelo Wraith Prism e imaginava que tinha perdido mais eficiência de dissipação do que vc mostrou nos testes. Muito grato por todo esse conteúdo disponibilizado. Sucesso

    Curtir

    1. Olá ppeixer,

      O Wraith Prism não é ruim não, o único problema é justamente esse que você disse, o pessoal costumava cobrar muito caro por ele por conta do design e para piorar, até antes do lançamento da terceira geração apenas o R7 2700X vinha com esse cooler então tinha aquele lance de “exclusividade” ainda… :/

      Curtir

Deixe uma resposta para Vitodroid Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: