Artigos, Memórias

[Review] 1x8GB HyperX Fury 3200 CL18

Fala pessoal, beleza?

Nesse review irei analisar uma de memória de baixo custo da HyperX pertencente a série “Fury” na qual oferece modelos que vão desde os 2400MHz até 3466MHz com CL15 até 19 e que apresenta um dissipador simples sem LEDs de qualquer natureza. O “kit” em questão é composto de apenas um módulo 3200MHz 18-21-21-39, portanto, single channel.

O produto vem em um blister plástico que apresenta clara identificação da série do produto e cumpre o seu papel de proteger a memória contra danos. Também acompanham a memória um guia de instalação e um adesivo da marca.

Como disse anteriormente, o dissipador que a HyperX optou por utilizar na sua série “Fury” é uma peça simples de alumínio e é oferecido em três cores diferentes: preto, vermelho e branco, portanto, é bom se atentar a esse detalhe na hora da compra caso a ideia seja ter um PC cujas cores das peças combinem entre si. 🙂

Uma dica que deixo quando forem comprar memórias HyperX é que é possível ao menos identificar o fabricante dos chips sem arrancar o dissipador! Estão vendo aquele código “DPMM0841908”? Toda memória deles tem uma numeração semelhante a essa sendo que a quarta letra se refere a inicial do fabricante, no caso, esse módulo do review usa chips Micron pois a quarta letra é “M” sendo que para chips Hynix o código é “H” e Samsung vai ter um “S” ali. 🙂

Usando o Thaiphoon Burner foi possível identificar que esse módulo utiliza Micron D-Die, sendo esses chips de 8Gbit fabricados em 20nm e basicamente os mesmos chips utilizados na Crucial Ballistix AT 2666 que testei algum tempo atrás. Na galeria abaixo é possível verificar todo o report e os timings XMP em nanosegundos, o que é uma informação valiosa na hora de usar a Ryzen DRAM Calculator. 🙂

Então vamos os testes!

Configurações utilizadas:

  • Plataforma AMD:

MOBO: ASUS ROG Crosshair VII Hero (UEFI 2304)

RAM: 1x8GB HyperX Fury 3200 CL18 (Obrigado Terabyteshop!)

GPU: NVIDIA RTX2080 FE (Obrigado NVIDIA!)

PSU: Antec Quattro 1200W

COOLER: WC Custom

SSD: HyperX 3K 120GB

Software: Windows 10 x64 build 1903, Ryzen DRAM Calculator 1.51, Ryzen Timing Checker 1.05, AIDA64 6.00.5100, TM5 0.12.

Objetivo e metodologia dos testes: Descobrir qual o limite da HyperX Fury 3200CL18 na plataforma AM4 e chegar na melhor configuração estável para uso diário. Para isso, usei duas abordagens distintas:

1) O máximo que consegui obter apenas carregando o perfil XMP e subindo clock/tensão.

2) O máximo que consegui obter usando a Ryzen DRAM Calculator como ferramenta de apoio (apenas AM4) e ajustes manuais.

A vantagem da abordagem 1 é que ela é extremamente simples e não demanda qualquer ajuste do usuário no que diz respeito aos timings, entretanto, você paga o preço da simplicidade com menor desempenho pois ai os ajustes são feitos automaticamente pela placa-mãe e podem ser bastante relaxados. Para esse teste, foram aplicados manualmente apenas os timings com os valores da tabela do XMP deixando todos os demais em AUTO e isso foi feito assim porque algumas placas-mãe alteram automaticamente até mesmo esses timings XMP ao subir a frequência das memórias além do padrão, então como não tenho como saber qual placa-mãe você está usando ai, optei por “travar” no XMP.

Da abordagem 2, o software já calcula todos os timings com base no padrão XMP, na frequência desejada, nos chips de memória usados e com base nessas informações é chega-se a três perfis distintos: Safe, Fast, Extreme, entretanto, até a versão 1.41 da calculadora e para os chips Micron D-Die usados nesse pente, apenas o perfil Safe está disponível, o que significa que para ir além é necessário ter uma noção das relações entre os timings para tentar tirar alguma coisa a mais refinando manualmente. Irei abordar algumas dessas relações nesse artigo, entretanto, recomendo a leitura desse artigo do 1usmus no Techpowerup, que é praticamente a “bíblia” sobre ajustes de memória e overclock nos Ryzen e aborda esses pontos com maiores detalhes.

Para testar a estabilidade, foi usado o TM5 0.12 1usmus config v2 que é uma espécie de “memtest” disponibilizado gratuitamente pelo mesmo autor da Ryzen DRAM Calculator, roda em ambiente Windows e funciona muito bem na plataforma AM4, portanto, quando estiver me referindo a um ajuste “com estabilidade” é que o mesmo passou pelo teste do TM5.

Os detalhes de como foram conduzidos os testes, metodologia e como esses software foram utilizados estão descritos no texto que acompanham os resultados.

Resultados:

Curiosamente, o primeiro boot com essa memória após ter feito o “clearcmos” na placa-mãe foi direto @ 3200MHz, isso ainda com todos ajustes automáticos, sem ativar o DOCP, algo que não posso garantir que vá acontecer com outras placas-mãe além da Crosshair VII Hero, de todo modo, na galeria abaixo é possível ver esse ajuste automático e logo ao lado, o XMP e com isso verificar as diferenças nos demais subtimings.

Infelizmente com essa abordagem do XMP não foi possível ir além dos 3200MHz, sendo que mesmo @ 3266MHz o sistema não carregou mais apresentando uma série de BSODs e aumentar a tensão da memória em até 1.5V também não ajudou em nada aqui.

Agora com a abordagem 2, usando a Ryzen DRAM Calculator como ferramenta, comecei pelos 3200MHz com perfil “Safe”, o que resultou nos timings mostrados abaixo e a princípio, tudo funcionando com estabilidade, entretanto, ainda sim não foi possível obter estabilidade acima dos 3200MHz. nem mesmo relaxando ainda mais os timings usando os profiles para 3333/3466MHz ou fazendo outros ajustes diferentes de forma manual.

Então, a única opção que restou foi tentar otimizar os timings com a memória rodando @ 3200MHz, onde cheguei nesses valores abaixo onde infelizmente não foi possível obter estabilidade usando 3200 @ 16-18-18-18-38 igual na outra Micron D-Die que testei, sendo que o melhor que deu para fazer na Fury foi baixar os timings primários para 16-20-20-20-40 e apertar um pouco o tCWL e tRFC.

E por fim, eis os números de Leitura/Escrita/Cópia/Latência obtidos no benchmark do AIDA64, lembrando novamente que esses resultados são em single channel devido ao fato desse “kit” que recebi ser composto apenas de um módulo e que os resultados em dual channel seriam aproximadamente o dobro na Leitura/Escrita/Cópia e virtualmente idênticos na Latência. Também inclui ai o resultado obtido com a memória operando com os timings automáticos, conforme mostrei anteriormente.

Conclusão:

Se você procura uma memória que funcione bem dentro das especificações de fábrica e apenas isso, a HyperX Fury 3200 CL18 deve atender bem as suas necessidades, entretanto, se a ideia for brincar de overclock, a margem disponível para esse modelo em especifico (3200 CL18 com chips Micron D-Die) é virtualmente nula sendo possível apenas otimizar os timings para se extrair algum desempenho a mais.

Do ponto de vista do custo-benefício (o famoso CxB), é possível encontrar essa memória por cerca de R$330, o que está na média para uma memória DDR4 de 3200MHz, entretanto, se a ideia for partir logo para um o uso em dual channel, pode ser mais negócio procurar por kits já fechados pois ai é possível encontrar kits 2x8GB 3200 CL16 com custo por pente igual ou mesmo inferior ao de duas memórias dessa que foi analisada.

E é isso! Dúvidas, perguntas e sugestões são bem-vindas! Até a próxima!

3 comentários em “[Review] 1x8GB HyperX Fury 3200 CL18”

  1. Ótimo trabalho, estou montando meu kit ryzen, e aparentemente nessa plataforma conhecimento sobre memórias nunca é demais, continue assim, obrigado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s