Artigos Memórias

[Review] 2x8GB Risemode Diamond 3200 CL15

Fala pessoal, beleza?

Nesse review irei analisar um kit de memória da Risemode, da série Diamond que oferece modelos que vão desde os 2400MHz até 3200MHz com capacidades que variam desde os 4GB até os 16GB. O kit em questão é composto de dois módulos 3200MHz 15-17-17-35 de 8GB cada que são vendidos separadamente.

Os pentes de memória vem em um simples blister plástico que cumpre sua função de proteger o produto e também é possível ver uma etiqueta que trás o nome e código referente a esse modelo.

Para essa série, a Risemode optou por utilizar um dissipador de alumínio que é oferecido em duas cores, preto ou branco e sem qualquer iluminação, contudo, apenas as memórias brancas são oferecidas com frequência de 3200MHz. Ainda sobre o dissipador, é possível verificar que o mesmo não faz contato por inteiro com os chips de memória, o que certamente é algo incomodo de se ver, porém, chips de memória DDR4 não costumam dissipar muito calor, não sendo normalmente necessário o uso de dissipadores para sua operação, sendo que os mesmos costumam ser mais um “adereço” estético que serve como uma forma de diferenciar os produtos oferecidos por diferentes fabricantes.

Para esse modelo, a Risemode optou por usar os chips Hynix CFR/CJR (H5AN8G8NCFR), que são chips fabricados no processo de 18nm e que costumam atingir frequências relativamente elevadas com timings razoáveis, ainda que aquém daqueles observados nas insuperáveis Samsung B-Die e nas excelentes Micron E-Die. Apenas fazendo um adendo importante é que vi relatos não confirmados de que esse modelo em especifico pode vir com chips Spectrek (Micron) ou Samsung, da minha parte, posso confirmar que os dois pentes que tenho em mãos são identicos e usam os mesmos Hynix CFR.

O Thaiphoon Burner não foi capaz de identificar os chips utilizados nessa memória, porém, ainda sim inclui o relatório aqui para caso alguém tenha interesse ou mesmo queira testar usando a Ryzen DRAM Calculator. 😉

Por fim, caso alguém venha a se interessar, nesse link pode ser encontrada a página do produto no site do fabricante. Então vamos aos testes e as configurações utilizadas!

Configurações utilizadas:

MOBO: ASUS ROG Crosshair VII Hero (UEFI 2901)

RAM: 2x8GB Risemode 3200MHz Diamond (RM-D4-8G-3200D White)

GPU: ASRock RX 5700XT Challenger (Obrigado Terabyteshop!)

PSU: Antec Quattro 1200W

COOLER: WC Custom

SSD: Crucial BX300 120GB

Software: Windows 10 1903 x64, AMD Ryzen Master, TM5 0.12 1usmus config v3, AIDA64 6.20.5300 e Geekbench 3.4.2.

Objetivo e metodologia dos testes: Descobrir qual o limite da Risemode Diamond 3200 CL15 usando um CPU Ryzen de terceira geração e também chegar na melhor configuração estável para uso diário. Para isso, separei os resultados em três grupos:

1) XMP: Que basicamente é o máximo que consegui obter apenas carregando o perfil XMP e subindo clock/tensão, parando no “sweet spot” de 3733MHz 1:1 com FCLK @ 1866MHz que é considerado a opção mais balanceada/fácil de se obter bons números usando o Ryzen de terceira geração, claro, isso se a memória que estiver sendo testada for capaz de chegar lá. 😉

A vantagem da abordagem 1 é que ela é extremamente simples e não demanda qualquer ajuste do usuário no que diz respeito aos timings, entretanto, você paga o preço da simplicidade com menor desempenho pois ai os ajustes são feitos automaticamente pela placa-mãe e podem ser bastante relaxados.

2) 24/7 com ajuste fino: Aqui foram feitos ajustes manuais em todos os timings possíveis visando obter o melhor resultado possível com viabilidade para uso diariamente. Por conta disso, quando possível irei além dos 3733MHz para explorar o limite da memória, porém, mantendo o FCLK em 1866MHz para um melhor desempenho no modo assíncrono.

Nos casos 1 e 2, utilizei o TM5 0.12 1usmus config v3 para verificar estabilidade e o AIDA64 para ter noção dos números de banda e latência. Para esses testes, o CPU foi mantido em stock.

Resultados:

Com essa abordagem foi possível carregar o SO com as memórias em até 3333MHz, entretanto, as mesmas não apresentaram estabilidade com essa ultima configuração mesmo após aumento da tensão das memórias (VDIMM), portanto, o máximo que pude obter com estabilidade usando essa abordagem foi 3200MHz com 1.35V, em outras palavras, funcionou bem apenas em stock. Uma observação que faço é que na plataforma AM4, o XMP padrão fica como 16-18-18-18-36 ao invés dos 15-17-17-17-35, o que é uma particularidade dessa plataforma e não deve ocorrer nos Intel.

Agora com a segunda abordagem, foi possível obter estabilidade @ 3533MHz com 16-16-21-21-32 enquanto que foi possível carregar o SO e até mesmo passar o TM5 @ 3600MHz, entretanto, o driver de vídeo persistia “reiniciando”, algo que não ocorreu @ 3533MHz e por isso descartei essa configuração. Notem também que essas memórias escalam melhor com tRCDRD, tRP e tRFC relaxados, o que é meio que caracteristico desses chips, entretanto, isso pode variar com a qualidade (bin) dos mesmos, podendo em alguns casos se obter frequências ainda mais elevadas com parâmetros mais agressivos do que os obtidos aqui.

Outro detalhe que é importante ter em mente é que esses chips aparentam ser um pouco sensíveis a temperatura, em outras palavras, se você for usar os mesmos dentro de um gabinete, certifique-se de que existe um bom fluxo de ar sobre as mesmas e se a placa de vídeo não está contribuindo com temperaturas mais elevadas na região, caso contrário, você pode acabar limitado a uma frequência estável mais baixa, como ocorreu aqui após ter instalado essas memórias na minha máquina de uso diário, onde fiquei limitado a 3466MHz por conta disso.

Abaixo, uma tabela com todos os timings e configurações utilizadas em cada um desses ajustes:

E por fim, eis os números de Leitura/Escrita/Cópia/Latência obtidos no benchmark do AIDA64, lembrando que todos os resultados aqui apresentados passaram no teste de estabilidade do TM5 0.12 v3 e ao menos especificamente para a amostra que tenho em mãos, representa algo que pode ser usado diariamente.

Conclusão:

As Risemode Diamond 3200 CL15 apresentaram bom funcionamento na plataforma AM4, trabalhando normalmente com o perfil XMP, ainda que com timings um pouco mais relaxados que o rotulado por conta de uma particularidade da plataforma. No que diz respeito ao overclock, infelizmente as mesmas não apresentaram margem para ajuste fácil apenas usando o perfil XMP, entretanto, ao ajustar manualmente todos os timings foi possível obter 3533MHz 16-16-21-21-32 1.40625V, o que é uma marca bastante razoável para uma memória de baixo-custo como essa.

Em relação aos valores, essa memória pode ser encontrada no mercado brasileiro por menos de R$200, o que implica em um excelente custo-benefício dadas as suas especificações e o que foi possível de se obter em overclock, portanto, se o dinheiro está curto e a ideia não é quebrar recordes em benchmarks, esse produto muito provavelmente irá lhe atender muito bem.

E é isso! Dúvidas, perguntas e sugestões são bem-vindas! Até a próxima!

15 comentários

    1. Então cara, preciso se uma ajuda.

      To usando 2 rams iguais as suas (3200MHz 8GB, da mesma marca) e tô tendo muita instabilidade no sistema.

      Já mudei pra 3200 MHz na bios com 1.35V em D.O.C.P 16-18-18-36.

      Tá em Performance bias: CB15
      Oc tuner tá em keep current settings.

      Curtir

  1. Parabéns pela análise! Eu tenho uma msi a320m pro-vd plus e um ryzen 5 1600 e BIOS atualizada, será que essa memória RAM vai funcionar nesse combo? Estou pensando em comprar duas.

    Curtir

  2. Olá,
    Acabei de comprar 2 x 16gb 3200Mhz dessa mesma memória e não consigo usá-las em 3200 Mhz numa Asus Rog z370-g. Ativei o xmp e não consegue bootar com essa frequência. No modo atutomatico de over de bios ele seta a memo em 2746 Mhz. Essa bios é muito completa e mesmo assim não funciona em 3200Mhz. Alguém tem alguma dica?

    Curtir

    1. Olá Adauto,

      Os modelos de 2x16GB são dual rank, o que por si só já muda muita coisa… Eu não sei como é a bios dessa placa-mãe, porém, deve ser necessário fazer alguns ajustes finos ai para conseguir os 3200MHz estavelmente. Tentaria dar uma olhada nos ajustes de RTT/RTL/IOD e também subiria um pouco o VCCSA/VCCIO para ver se isso ajuda em algo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: