Artigos Placas-Mãe

Revisitando a B450 Aorus M – O que mudou após seis meses?

Fala pessoal, tudo certo?

Cerca de seis meses atrás publiquei aqui no site uma análise da B450 Aorus M, que trata-se de uma placa-mãe AM4 mATX da Aorus que é relativamente popular por essas bandas, especialmente por conta do seu preço mais acessivel. Naquela oportunidade, após os testes, conclui que essa placa seria uma boa opção para os Ryzen de 3ª geração, porém, o meu exemplar apresentou um problema estranho com os CPUs de geração anterior após ter usado o Ryzen 5 3600, citando diretamente o review:

Entretanto nem tudo são flores e por algum motivo, conforme já relatado no artigo do lançamento do Ryzen 5 3600, após ter usado o CPU de ultima geração, a B450 Aorus M deixou de funcionar com os modelos antigos, parando sempre no debug led da VGA. A princípio imaginava que esse fosse um problema relativo a bios F40, apesar dos CPUs de 2ª geração estarem funcionando normalmente até antes de ter ligado o R5 3600, porém, tal comportamento persistiu mesmo após atualização da UEFI para as versões F41/F42a e infelizmente, não disponho de mais um exemplar diferente dessa placa para verificar se isso é um problema restrito apenas a essa unidade ou se é algo generalizado.

Também vale lembrar que nos comentários do review original, apareceram várias pessoas relatando problema semelhante com outras placas B450/X470 da Aorus, portanto, apesar de não ter outra placa para fazer o “tira-teima”, não sou o único com esse problema! 😀

De todo modo, desde então muita água já rolou, várias versões de bios foram liberadas pelo fabricante e por sorte, essa amostra de teste do review acabou ficando parada por aqui, sendo assim, que tal revisitar a mesma para ver se algo mudou desde então?

  • Configurações utilizadas:

CPU: AMD Ryzen 7 3800XAMD Ryzen 5 3600 / AMD Ryzen 7 2700X (Obrigado AMD!)

MOBO: B450 Aorus M (bios F50)

VGA: EVGA GeForce GTX970 (Obrigado NVIDIA!)

RAM:  2x8GB Crucial Ballistix LT 3200 CL16 (Obrigado Terabyteshop!)

REFRIGERAÇÃO: Watercooler custom e IC Graphite Thermal pad

STORAGE: SSD Crucial BX300 120GB

Software utilizado: Windows 10 x64 build 1903, AIDA64 6.20.5300, HWiNFO 6.22.

Equipamentos extras: FLIR One LT

  • Objetivo dos testes:

Revisitar a B450 Aorus M usando a nova bios F50 para ver se algo mudou desde a publicação do artigo original, em outra palavras, verificar se agora a placa voltou a funcionar com o CPU de 2ª geração e também checar o desempenho térmico do VRM enquanto usando CPUs mais exigentes do que o R5 3600 usado anteriormente.

Explicações acerca da metodologia adotada ou de como os testes foram conduzidos estão contidas nos textos que acompanham os resultados a seguir.

  • Resultados:

Antes dos resultados, é necessário dizer que trago-lhes boas e más notícias! 😀

A boa notícia é que a B450 Aorus M, ao menos esse meu exemplar em especifico, voltou a funcionar com os CPUs anteriores aos de 3ª geração após a atualização para a bios F50, passando normalmente pelo post e carregando o SO enquanto usando o Ryzen 7 2700X, o que significa que vai ser possível testar como o VRM dessa placa se comporta com esse CPU! 😀

A má notícia é que alterar qualquer parâmetro relacionado ao ajuste das memórias ou mesmo frequência do processador, enquanto usando o R7 2700X, foi o suficiente para a placa “bugar” e não passar no post, requerendo clearcmos para reestabelecer o funcionamento. Tal comportamento foi “exclusivo” do R7 2700X, funcionando normalmente tanto com o R5 3600 quanto com o R7 3800X, de todo modo, já temos que a causa desse problema é uma questão de software causado por algum bug na UEFI da placa, algo que a Gigabyte/Aorus pode resolver (ou não) nas próximas versões, portanto, na prática, mantenho a não recomendação dessa placa para uso com CPUs de 1ª e 2ª gerações.

Enfim, para verificar a temperatura dos circuitos de alimentação, foi usada a FLIR One LT para fazer as termográfias abaixo após rodar o stress test do AIDA64, em suas configurações padrão, por 30 minutos enquanto o HWiNFO armazenava o log para posterior comparação com a leitura de temperatura do VRM feito pelo sensor localizado na placa-mãe. Ambos os CPUs utilizados estavam em stock, sendo que para o R7 3800X, rodei as memórias com XMP ativo @ 3200MHz e no R7 2700X, por conta do bug relatado acima, acabou ficando nos 2400MHz.

No momento do teste com o R7 2700X a temperatura ambiente foi de 28.32ºC e com o R7 3800X foi de 29.50ºC.

Conforme relatei no review da placa, o dissipador do VRM cobre apenas três das quatro fases relativas ao VDDCR (vcore), ficando a terceira localizada na parte superior da placa, ao lado das duas fases do VDDSOC sem dissipador e como é possível ver pelas termográfias acima, o ponto de maior temperatura na região é justamente o mosfet de alta dessa quarta fase, porém, a diferença para o outro “hotspot” é pequena e em nenhum dos casos chegaram a níveis preocupante.

E para o gráfico abaixo, o intuito foi comparar a temperatura obtida pela câmera térmica com a leitura do sensor da placa que é registrada pelo HWiNFO e para isso, usei os deltas de temperatura (delta = temperatura obtida no termopar – temperatura ambiente) com as supracitadas temperaturas ambiente.

Como é possível ver, a diferença mesmo no pior caso ficou abaixo dos 4ºC, o que significa que essa leitura de temperatura da placa é bastante razoável, podendo ser levada em consideração pelo usuário. Os resultados apresentados também foram muito bons e denotam que essa placa muito dificilmente terá problemas com throttling e afins mesmo enquanto usando um R9 3900X.

  • Conclusão

Após revisitar a B450 Aorus M alguns meses após a publicação do review original, foi possível constatar que o maior problema que encontrei nessa placa naquela ocasião foi parcialmente resolvido, em outras palavras, agora com a bios F50, esse meu exemplar voltou a funcionar com CPUs de primeira e segunda gerações, porém, com a ressalva de que não é possível fazer qualquer ajuste de frequência, seja do CPU ou memória, pois caso assim o fizer, a placa simplesmente trava no post. Sendo assim e por não dispor de outro exemplar dessa mesma placa para testar, continuo não recomendando esse modelo para uso com CPUs de primeira e segunda gerações. Vale ressaltar que essa placa vai bem com os CPUs de terceira geração e que não encontrei nenhum problema enquanto usando o R7 3800X e o R5 3600, portanto, se a ideia for usar um desses CPUs e não “olhar para trás”, ai a B450 Aorus M pode ser considerada uma opção viável.

Do ponto de vista da temperatura do VRM, essa placa apresentou bom desempenho térmico mesmo enquanto usando o R7 2700X em stock e ao menos nesse quesito, se saindo melhor que várias outras concorrentes diretas que já testei por aqui, o que pode ser considerado um mérito para esse modelo.

18 comentários

  1. Gian, parabéns pelo Review e pela disposição em compartilhar seu conhece “descobertas”. Sou leigo em informática, mas como estou querendo montar um PC com Ryzen 7 2700X (em principio) para trabalho (3D, renderizações…) tenho me informado bastante sobre todos componentes para montar um personalizado com melhor CxB. A sua análise do software da placa é muito importante, algo que não se se encontra nos Review somente quais recursos tem, e ainda mais para os Gigabyte que dizem ter BIOS instável ou ruim mesmo. Outro item que tenho buscado analisar nas placas mãe é a questão térmica. Abcs

    Curtir

  2. Excelente review, no dado momento em que escrevo essa mobo se encontra por 599$

    E um otimo custo beneficio para combar com uma 3700X ou 3800X, especialmente con leves undervolting para ficar mais tranquilo

    Vc merece mais holofotes colega, é dificil achar trabalho bem feito e de qualidade por essas bandas, te boto no msm patamar que o Buildzoid XD

    Curtir

  3. Acabei de ver esse post e tirou a minha duvida do outro POST, ia comprar essa placa pra usar em um R5 1600AF no momento e futuramente iria mudar para o R5 3600, nesse caso não vai ser uma boa, pq vou ficar preso no 1600AF stock, e no momento qria fazer um Over nele…mas de todo modo parabéns pelo POST e sem duvida melhor site de artigos relacionados a Review e Overclock.

    Curtir

  4. Olá.Tenho o processador R7 2700X com essa placa Aorus b450 M atualizada para Bios F50. Apenas fiz overclock das memórias ligando o XMP. Por enquanto, não tive problemas com essa combinação de processador e placa mãe. Só para deixar uma opinião aqui no site sobre estes hardwares. Abraços

    Curtir

    1. Ola Mary,

      Como disse no primeiro artigo sobre essa placa, enquanto não usei o R5 3600 nela, o 2700X também funcionava direitinho e tem até um printscreen de um 3dmark que rodei nela com ram @ 3333 no primeiro artigo. 🙂

      Outro ponto importante é que esse problema que relatei ocorreu nesse exemplar e pelos relatos de alguns outros leitores, em outras placas Aorus com projeto semelhante, mas ainda sim, isso não implicar que o problema que relatei existe em todos exemplares (e nem disse isso, desde o começo).

      Curtir

  5. Fala amigo, beleza? peguei uma placa dessas recentemente e achei o core voltage dela um pouco alto com o meu 3800x em stock (chegava a 1,47 v no pico). Achei também que o processador tem grandes variações de temperatura quando ta em stock ( o grafico de temperatura fica parecendo um eletrocardiograma kkkkkkk) deixei ele com core voltage fixo de 1.1 v setado diretamente na bios e a 4.0 Ghz, ficou estavel e tudo, mas eu queria usar meu processador “normalmente” com o boost dele funcionando. Você poderia me dar alguma dica em relação a como lidar com essas variações de temp? (ele não passa de 80 graus no cinebench em stock e a 4.0 Ghz e 1.1 V ele não passa de 65 graus). Obrigado pelo post e agradeço sua atenção!

    Curtir

  6. Opa, blz? Valeu aí os reviews e insigts sobre a mobo! Eu tô tem uns 5 meses com o combo Aorus B450M + R3600x e também observei que ela é meio bizonha quando se trata de vcore automático, chega lá nos 1.45v, igual do Jean. Estou usando a F41 que veio de fabrica, hoje vou tentar subir para a F50 e sem mexer em nada, observar se de fato temos alguma mudança. De qualquer forma é uma mobo que tenho gostado, o CxB é bom mas logo em breve pretendo pegar algo mais OC friendly. abs

    Curtir

    1. Olá João Alberto,

      Se você for usar CPU de terceira geração, ambas são boas opções e excetuando-se algum feature que uma placa tenha e a outra não ou preferência pessoal, iria na mais barata, entretanto, se for usar CPUs de primeira ou segunda gerações, a ASRock é uma melhor opção.
      A propósito, testei a ASRock também, já leu o review? 🙂
      https://theoverclockingpage.com/2019/10/27/review-asrock-b450m-steel-legend/

      Curtir

  7. Olá,
    Uso a B450 Aorus M com um Ryzen 5 1600AF, memórias crucial ballistix 3000Mhz BLS8G4D30AESBK (2x8GB) com XMP ativado desde fevereiro. Até agora não tive nenhum problema.
    Parei aqui no seu site porque estou pesquisando sobre fazer undervolt nesse processador com essa placa mãe, mais por curiosidade do que necessidade…rs

    Curtir

  8. acontece exatamente a mesma coisa na minha b450 aorus M com meu 2700x . posso setar manualmente exatamente mesmo vcore e velocidade que fica com tudo no auto. que trava no post da placa mãe. as vezes ate entra . mas 95% buga

    Curtir

  9. Olá, estou montando um sistema com ryzen 7 3700x, entre a B450 Aorus M, B450m Aorus Elite e a Aorus B450 Elite, qual dessas possui o melhor vrm pra um OC bem moderado nesse processador?

    Curtir

    1. Gabriel, como já disse num comentário anterior, eu tenho a placa em uso com 1600AF stock. Eu tb vou colocar o 3700X e não recomendo a placa para quem quer fazer OC, se for usar stock ela é de boa. Pelo valor que estão cobrando nela, não vale a pena em nenhum cenário.
      Pensa em OC: vá de Asus, MSI, Asrock (BIOS é meio confusa).
      A B450 Aorus M, talvez vc consiga fazer OC pelo Ryzen Master, pq pela BIOS…. PQP
      Não consigo fazer um OC de memória pela BIOS, imagina de processador, é bizarro….

      Sobre sua pergunta dos VRMs, por mais absurdo que seja, os 3 modelos que você citou usam o MESMO VRM!!!!

      Cara, quer comparar os componentes de uma placa mãe, usa essa planilha do Gabriel Ferraz: https://docs.google.com/spreadsheets/d/1DiIS6MEfbWohuULg_thcqTVAkBGR4SMS9ujN0yFEEjw
      Dá uma olhada nas abas que dá para comparar 5 placas por vez.
      Quem me dera se eu tivesse conhecido essa planilha antes de montar meu PC….

      Curtir

  10. Entendo, pior que eu só estou considerando essas placas pq eu decidi ir de 3700x invés do 3600, bom eu vi que todos usam o mesmo vrm, oq muda é o quanto de dissipação elas tem. Essa B450m Aorus Elite vi um video de um coreano colocando Ryzen 9 3900x em stock, vrm batendo 80 graus, com um fã em cima ela ficava em torno de 45-50 graus, esse modelo é diferente pelo q eu vi, uma placa meio laranja, ninguém fez review até agr pq a placa lançou no ocidente uns meses atras.

    Curtir

  11. Eu queria realmente uma MSI b450 tomahawk, mas n tem estoque e ta 1200 no Mercado livre, meu orçamento pra placa mãe ta em 1100 reais no máximo. Quanto ao OC nessas placas tem uma opção na bios chamada Ryzen Overclock, não sei se vc chegou a conferir, lá da pra setar tudo sem usar offset, eu sei que a bios n é das melhores mas ao menos tem essa opção, talvez o seu modelo M n tenha(mas eu duvido) mas a Aourus Elite e a Elite b450m possui.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: