Artigos, Placas-Mãe

Biostar B350GTX – Uma B350GT3 com “skin”!

Fala pessoal, beleza?

Nesse review irei analisar a Biostar B350GTX, que trata-se de uma placa-mãe AM4 no formato mATX e que tem se destacado no mercado brasileiro por conta de seu aparente custo-benefício, afinal de contas, estamos falando de uma placa com 4 slots de memória com chipset B350, o que significa que temos a disposição suporte a USB 3.1, NVMe, SATA RAID e também permite overclock no CPU, algo que as demais placas A320 de preço semelhante não oferecem.

Se você já leu o review da Biostar B350GT3 e ficou com aquela sensação de “Déjà vu” ao ler o paragráfo acima, saiba que não foi por acaso pois trata-se exatamente do mesmo texto introdutório! Bom, e porque fiz isso? Simples! A Biostar B350GTX trata-se de uma edição especial da B350GT3 que é exclusiva da Terabyteshop e tecnicamente as duas placas são idênticas (mesmo PCB, componentes e por ai vai), sendo a maior parte das mudanças apenas de cunho estético, portanto, como a análise detalhada do hardware já foi feita no artigo da GT3, aqui irei focar nas poucas mudanças feitas e também testar como a placa se sai usando Ryzen de 3ª geração, afinal de contas, o review da GT3 foi publicado bem antes do lançamento desses CPUs. 😉

Em relação a caixa, a Biostar abandonou o grafismo “Racing” e adotou um que remete a iluminação RGB, enquanto que na parte de trás, temos uma foto da placa com as suas especificações e destaque a alguns features como os LEDs RGB integrados na placa, LAN e dual BIOS.

Sobre os acessórios que acompanham a placa, temos 4 cabos SATA,  I/O Shield, manual, DVD com os drivers e pasmem, um fan 120mm RGB (!!!). Considero esse kit bom e até mesmo surpreendente para um placa de baixo custo por conta dos cabos SATA no mesmo número de portas disponíveis e do fan RGB “de brinde” que pode ser usado como exaustor no gabinete.

A placa em si é igual a B350GT3, exceto pelos slots PCIe/RAM amarelos e pelo logo da Terabyte no dissipador no B350. Não foram feitas quaisquer alterações no layout do PCB e portanto, a B350GTX possui exatamente as mesmas virtudes e ressalvas de sua “progenitora”, destas últimas destaco o M.2 posicionado logo abaixo do slot PCIe, apenas um fan header localizado próximo ao socket, necessidade de se remover o GPU para acessar as travas inferiores dos slots de memória e por fim, o jumper clearcmos “espremido” na parte de baixo da placa.

E aqui, uma galeria de fotos da placa mostrando seus detalhes construtivos.

Dissipador do VRM também é idêntico a aquele utilizado na B350GT3 sendo também fixado por parafusos e assim como nessa, o contato da interface térmica com os mosfets é bastante satisfatório.

No VRM, novamente, continua tudo igual, com um design de 4+3 fases usando o controlador Intersil ISL95712 e os mosfets Sinopower SM4377 (high side) e dois SM4364 (low side) por fase. No que diz respeito a dissipação de calor das fases do VDDCR, considerando uma frequência de chaveamento de 300KHz e tensão de saída de 1.4V, para uma carga de 50A (APUs e R5 3600 OC) ele deve dissipar cerca de 5.7W, com 80A (R7 3700X OC e R7 3800X) cerca de 10.4W, 100A (R7 2700X OC) 14.26W e por fim, para 150A (R9 3950X) 26.9W.

Portanto, é possível concluir que essa placa não deve ter problemas para levar até um R7 3700X/3800X com overclock ou mesmo o 2700X em stock, porém, no caso desse ultimo é recomendavel utilizar um fan soprando diretamente na região do VRM pois caso contrário, o CPU pode apresentar throttling em overclock conforme mostrei no review da B350GT3. Acima disso (12 e 16 cores), o uso de refrigeração ativa no VRM é obrigatório sendo que nesse caso recomendo a adoção de uma placa-mãe mais robusta e adequada a esses CPUs.

Sobre o fan que acompanha o kit, não foi possível encontrar as suas especificações, porém, ele é bastante silencioso e provavelmente deve ter algo na casa dos 40 cfm, bastante adequado a uso no gabinete. Ele possui conector de força molex ou para fan header de 4 pinos e também possui cabo compatível com as controladoras RGB inclusas na placa-mãe, o que implica que o mesmo pode ser sincronizado com os demais leds no sistema.

Abaixo fiz uma pequena filmagem mostrando o visual desse fan com os leds ligados:

Em relação a UEFI da B350GTX, temos o primeiro ponto realmente sensível nessa placa pois a mesma não existe no site da Biostar e apesar de tecnicamente ser idêntica a B350GT3, ela é tratada como outro modelo a parte e por essa razão, não foi possível atualizar para a ultima versão de bios da B350GT3 utilizando o software do fabricante. Apenas para constar, essa placa veio com uma versão de UEFI usando o antigo Agesa ComboPI 1001 que oferece suporte bem precário aos Ryzen de 3ª geração com limitações nos ajustes de frequência de memória e até mesmo do CPU.

Entretanto, enquanto o fabricante não resolve essa pendência, digo-vos que é possível se usar de um workaround para utilizar a bios da GT3 nessa placa, o que de fato resolve o problema, afinal de contas, a GT3 já possui atualização até mesmo para o ultimo Agesa ComboPI 1003ABBA. Para isso, o processo é análogo ao de atualização de bios da Colorful VCN X570 Gaming Pro V14, sendo necessário o uso do UEFI Shell para fazer o procedimento e para facilitar a vida de quem for fazer essa atualização, disponibilizei no link abaixo o arquivo incluindo a bios e os softwares necessários, bastando extrai-lo em um pendrive vazio, formatado como FAT32 e seguir o procedimento desse guia da Shuttle.

B350GTX_1003ABBA

Lembrando que não me responsabilizo por eventuais danos, problemas ou perda da garantia do produto, faça o procedimento por sua conta e risco. Após a atualização, a placa passará a ser identificada como Biostar B350GT3, aceitando as atualizações de bios oferecidas para esse modelo normalmente, sem precisar recorrer a essa “gambiarra” na próxima vez que for atualizar. Lembrando também que essa placa possui dual bios “manual”, então as chances de “ficar na mão” e terminar com a placa definitivamente brickada são bastante baixas. 😉

Sobre a UEFI 1003ABBA, em termos de interface e usabilidade, continua muito parecida com aquilo que tinhamos anteriormente e de ponto positivo, posso citar que a Biostar incluiu os ajustes de frequência de memória que estavam faltando e colocou os timings na mesma ordem usada por softwares como o Ryzen Timing Checker e Ryzen DRAM Calculator, facilitando o uso dessas ferramentas. Das demais ressalvas, posso citar os ajustes de tensão por offset e que nem sempre apresentam uma leitura para saber a quantas anda a tensão aplicada (VDDSOC) e a falta de ajustes para o Precision Boost Overdrive (PBO).

Os limites dos ajustes também continuam iguais. Para mais informações, sugiro olhar a página de especificações da Biostar B350GT3 ou mesmo no site da Terabyte. Vamos aos resultados!

Configuração utilizada:

CPU: AMD Ryzen 5 3600 (Obrigado AMD!)

MOBO: Biostar B350GTX (Obrigado Terabyte!) – (BIOS B35ASA01.BSS da B350GT3)

VGA: ASRock Radeon 5700XT Challenger

RAM: 2x8GB G.Skill FlareX 3200 CL16 /  2x8GB Crucial Ballistix LT 3200 CL16

REFRIGERAÇÃO: Watercooler custom e IC Graphite Thermal pad

STORAGE: SSD Crucial BX300 120GB

Software utilizado: Windows 10 x64 build 1903, AIDA64 6.00.5100, TM5 0.12 v3, HWiNFO 6.10

Objetivo dos testes: Verificar como a Biostar B350GTX se sai no overclock de memórias enquanto que utilizando um CPU Ryzen de terceira geração. Para os testes com CPUs anteriores e também de desempenho térmico do VRM, ver o review da B350GT3.

Explicações acerca da metodologia adotada ou de como os testes foram conduzidos estão contidas nos textos que acompanham os resultados a seguir.

Resultados:

Antes de ir aos resultados, é necessário fazer uma ressalva MUITO importante: Todos esses resultados abaixo foram obtidos utilizando a bios B35ASA01.BSS da Biostar B350GT3 com AGESA ComboPI 1003 ABBA e é por essa razão que a placa é identificada como uma GT3 e não como GTX. É necessário deixar bem claro que esses resultados não são possíveis de se obter usando a bios original da placa com o ComboPI 1001 pois essa versão do firmware não apresenta ajustes de overclock do CPU/memória plenamente funcionais com CPUs de 3ª geração.

Cientes disso, os resultados obtidos foram bem decentes para a B350GTX, tendo sido capaz de obter 3733MHz com estabilidade tanto usando kits de memória Samsung B-Die quanto com Micron E-Die. Apenas por curiosidade, consegui chegar nos 4066MHz com FCLK @ 1866MHz estáveis com as Crucial Ballistix, o que apesar de ser meio que irrelevante para uso diário, ao menos do ponto de vista do usuário “civil”, é interessante para ver o limite da placa.

Abaixo o benchmark do AIDA64 enquanto usando as Crucial Ballistix 3200CL16 @ 4333 CL16, o que naturalmente não se trata de um ajuste estável mas foi o máximo que consegui carregar o SO e rodar esse teste. Com mais tempo e paciencia talvez seja possível ir até além disso, entretanto, do ponto de vista prático e para uma análise de placa-mãe de baixo custo como essa, não é algo muito relevante, afinal de contas, o desempenho com a ram @ 3733MHz FCLK 1:1 é superior na maior parte das situações.

Conclusão:

A Biostar B350GTX, como o próprio título desse artigo já diz, trata-se de uma edição especial da B350GT3, sendo igual a essa última em todos seus aspectos construtivos diferenciando-se basicamente nas questões estéticas e acessórios, com destaque ao fan RGB que acompanha o kit, portanto, a mesma conclusão do review da GT3 também vale para essa placa, assim como os resultados lá obtidos.

No que diz respeito aos resultados de overclock de memória usando Ryzen de 3ª geração, a B350GTX se mostrou perfeitamente capaz de operar @ 3733MHz com estabilidade para uso diário e inclusive foi capaz de ir além dos 4000MHz nos testes, entretanto, isso só foi possível enquanto usando a bios da B350GT3 pois a que acompanha a placa ainda usa AGESA ComboPI 1001 e até o presente momento, não existe sequer uma página do produto para a B350GTX no site do fabricante, o que significa que oficialmente este modelo não tem atualizações de bios disponíveis, sendo necessário recorrer a um “workaround” para fazer essa atualização, o que sem sombra de dúvidas trata-se de um ponto negativo, ao menos enquanto essa pendencia não for resolvida.

Em relação ao custo beneficio, a Terabyte está vendendo esse modelo em promoção por R$349,00 (preço de 20/10/2019), o que é um preço extremamente competitivo para essa placa, afinal de contas, trata-se de uma B350GT3 com um fan RGB de brinde, porém, mais uma vez, apenas esteja ciente que até o momento a B350GTX não figura no site do fabricante e que talvez por isso seja necessário recorrer a algum “improviso” na hora de atualizar a bios.

Por hoje é só pessoal! Dúvidas, criticas e sugestões são bem-vindas!

Até a próxima!

 

28 comentários em “Biostar B350GTX – Uma B350GT3 com “skin”!”

  1. Fala Marcos tudo bom?
    Cara eu possuo o seguinte setup: R5 2600 / Biostar X470GT8 / 2×8 Corsair dominator platinum 3000mhz cl15.
    Atualmente eu tenho certa dificuldade de fazer OC na ram, não consigo passar de 2933 (mesmo utilizando o dram calculator), parece que não sai disso…
    Eu não sou nenhum expert, mas eu estou encucado se é eu que estou ruim no oc ou se é a placa que esta limitando….
    Tu teve alguma dificuldade com as biostar? Tanto essa gtx do review como as gtn, gt3, gt7, todas que voce teve.

    Curtir

    1. Ola Joni,

      Quais chips esse seu kit de memória usa? Pode acontecer de alguns kits precisarem de ajustes especificos de CAD/Terminação (aqueles “RTT” alguma coisa que tem na calculadora) e esses ajustes, ao menos nas Biostar que eu testei, estão perdidos lá pro meio do menu AMD CBS, o que pode acabar complicando um pouco o ajuste.

      Sobre eu ter tido dificuldade com as Biostar, não tive, mas eu só tenho kits com Samsung B-Die e Micron E-Die aqui e geralmente esses vão bem em qualquer placa-mãe.

      Curtir

      1. Olá Giancarlo, por acaso você conseguiu achar as opções de ‘CAD_BUS ” na bios gt3 que você passou ai no site? pois eu vasculhei as bios toda modificada da gt3 que eu fiz ai do seu tutorial pra ‘substituir’ a bios original a gtx e eu não achei de jeito algum as terminações ‘CAD’, RTT eu consegui achar mas cad não, fiz overclock na mem usando Ryzen calculador para 3200mhz e a memória está instável, setei tudo os timmings, primarios, secundarios, e terciarios, também voltagem correta da memória e os RTT, procot, menos os CAD pq simples não achei, você sabe me dizer se realmente essa bios da gt3 1.0.0.3 ABBA realmente não tem essa opção na bios? pois creio que o meu overclock esteja instável justamente por falta no ajuste do cad, todo o resto eu copiei do Dram Ryzen Calculator. Se puder sanar essa dúvida eu agradeço, Muito obrigado! ❤

        Curtir

  2. Importei um R5 3500X do Aliexpress e to querendo usar com essa placa, qual memoria me recomenda? (2x8GB).
    Em relação ao overclock do CPU, acha que tem necessidade?

    E pra finalizar, seu site é sensacional cara, foi custoso achar, mas ta de parabéns!

    Curtir

  3. Olá,

    Sobre atualizar a bios da placa, no arquivo que você deixou para download, a pasta UEFI é em relação ao UEFI Shell? Pergunto isso pois pelo guia da Shuttle parece que as mobos já possuem o UEFI Shell. Caso contrário, é necessário iniciar o UEFI Shell pelo pen drive?

    Obrigado.

    Curtir

    1. Olá Vitor,

      Sim, faça o download do arquivo que disponibilizei, extraia o mesmo no pendrive (vai ficar a pasta EFI e a pasta Shell na raíz) depois de um reboot e configure pra bootar no modo UEFI pelo pendrive, também não esqueça de desabilitar a opção de proteção contra gravação na flash.

      Feito isso, siga os passos do guia da Shuttle. 🙂

      Curtir

  4. Uma coisa que ninguem ainda me respondeu e gostaria da sua ajuda, Pq as placas AMD, n aceitam 4 pentes de memoria ?? Eu tenho a GT3 e n consigo usar 4 pentes de memoria, o pc n da boot, se eu usar 3 da .. Dito isso troquei de placa mae, comprei uma Asus X370 Prime, e acontece a mesma coisa .. Agora to com 2 placa mae, 6 pentes de memoria e so ´posso usar no maximo 2 ..

    Curtir

  5. Olá Paxe Baxe,

    Pessoalmente nunca tive esse problema com os Ryzen, digo, no artigo do lançamento da 3ª geração até fiz uns testes com 32GB (4x8GB) Samsung B-Die e funcionou perfeitamente, porém, curiosamente você não é o primeiro que vem me relatar esse tipo de coisa.

    Infelizmente nunca consegui replicar tal comportamento aqui, mas as memórias são idênticas? Digo, todas usam os mesmos chips, pcb e tudo mais?

    Curtir

  6. Opa meu caro amigo, tudo certo? esse site é difícil achar na busca do Google hein hahaha,
    Cara tenho uma duvida sobre esta mb to com um r5 3600 em mãos aqui e to pra comprar essa mb ela aceita a 3ª geração ne? e outra coisa essa versão da bios que vem nela é muito precária? não vou fazer over nem nada só usar em stock, é necessária fazer aquela gambiarra do post ou a bios default ta suave?

    Ótima pagina amigo, desse tipo de conteúdo que a internet precisa!! Sucesso!!

    Curtir

    1. Olá Geison,

      A bios que vem nela deve funcionar com CPUs de 3ª geração, porém, você pode ter alguns problemas com memória (timings ficam zoados mesmo com XMP ou detectam errado nos softwares).

      Como a GTX é exclusiva da Terabyte, se for comprar, peça a eles para que atualizem a bios para você, já vai facilitar a sua vida. 😉

      Curtir

      1. Opa, bom dia amigo, comprei a placa e fiz os procedimentos, logo apos realizei um teste de stress de cpu, e de 40 graus foi subindo até 100 em poucos segundos e desligou o pc, estou usando o cooler box original e a pasta também, sera que é placa mae ou pasta termica, ou mal encaixe? o setup é r5 3600 b350gtx, gtx 1060 3gb e a fonta uma vs400 da corsair

        Curtir

  7. Olá Giancarlo, gostaria de uma informação, ao instalar a bios da Biostar B350GT3 na Biostar B350GTX, o Windows 10 vai invalidar a licença de uso por se tratar “teoricamente” de outra placa-mãe? Informando mudança de hardware.

    Curtir

      1. Obrigado, vou aguardar a Biostar colocar no site o modelo GTX para não ocorrer este problema. E a Terabyte dar uma força e tb passar este problema para Biostar. Obrigado novamente.

        Curtir

  8. Parabéns pelo site , muito útil para quem está procurando conhecer mais desse mundo.
    Acha que essa placa suporta um r7 3700x em stock. Estou na dúvida de qual pegar

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s